Inferior a “Oitavo Passageiro” e “Prometheus”, “Alien: Covenant” convence pelas cenas de ação


Pôster gringo de “Alien: Covenant” (2017); filme estreou no Brasil em 11 de maio/Reprodução

Depois de “Alien, o Oitavo Passageiro” (1979) e “Prometheus” (2012), “Alien: Covenant” (2017) é a terceira aposta do diretor Ridley Scott na bem-sucedida franquia de terror e ficção científica. Com convincentes cenas de ação, o filme, estreado nesta quinta-feira (11/5) no Brasil, responde as lacunas deixadas nos longas antecessores. A produção de 122 minutos esclarece o papel do androide David (Michael Fassbender) no aperfeiçoamento da letal raça xenomorfo.

LEIA TAMBÉM
Prometheus: prelúdio da franquia Alien é espetacular
Red Bull Station abre edital para 2 novas turmas da Residência Artística

Apesar de bem contada, a narrativa é prevísivel e pode decepcionar alguns fãs por não ser tão interessante quanto as das entregas anteriores. Outro ponto negativo para o filme é a ausência de uma forte protagonista feminina. A bonitinha Katherine Waterston se esforça na pele de Daniels, no entanto, não é tão marcante quanto Sigourney Weaver, como a icônica tenente Ellen Ripley, ou Noomi Rapace, como a persistente doutora Elizabeth Shaw. Mesmo com as irregularidades, vale a pena. Prepare-se para dar bons gritos durante a sessão. AVALIAÇÃO: BOM

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s